sexta-feira, 20 de novembro de 2009

O significado da autonegação

"Você deve abrir mão agora para que, quando for perseguido e obrigado a abrir mão, você esteja pronto a fazê-lo vitoriosamente." Allen Yuan, pastor chinês
O preço de servir a Jesus é pessoal. No limite, é uma atitude não natural e poderosa que pode ser expressa assim: ao invés de insistir em meus direitos, estou disposto a deixá-los em favor dos outros.Este é um padrão de comportamento que se aprende por meio da disciplina, pois tudo na sociedade moderna trabalha contra ele. O mundo no qual vivemos é diametralmente oposto a qualquer conceito ou prática de autonegação.Algumas pessoas que acham que compreendem esse conceito têm uma perspectiva um tanto deturpada. Por exemplo, no dia em que escrevo esse texto, começa mais um período de quaresma e os jornais contam histórias de pessoas que cometeram o máximo de pecados ontem para pedir perdão a Deus hoje e abrir mão de seus pecados pelos próximos 40 dias.A autonegação pode ser popular entre alguns durante a quaresma, mas Jesus chamou a atenção para um compromisso diário com Ele em todas áreas da vida!Portanto, seguir a Jesus de verdade atualmente requer ações deliberadas que podem muito bem ir de encontro à cultura reinante. Jesus conclui: "(...)todo aquele que dentre vós não renuncia a tudo quanto tem não pode ser meu discípulo" (Lucas 14.33).Oswald Chambers, conhecido escritor de devocionais, chama essa batalha de renúncia. Ele sugere que a verdadeira renúncia na direção de Jesus começa internamente, na vontade própria, e não no mundo exterior. "Eu estou determinado a estar com Ele - e somente com Ele - de forma total e absoluta.""Dar-se em verdadeira renúncia a Ele significa abrir mão do luxo de fazer perguntas. Não temos propósito a executar que seja propriamente nosso. De fato, não há a consciência do próprio esforço, porque a vida toda é preenchida por Aquele a quem nos abandonamos... e então Ele age por meio de nós o tempo todo".Chambers continua: "Há apenas uma coisa que você pode consagrar a Deus, que é seu próprio ser (Romanos 12.1). Paulo disse que sabia ser um "capacho" sem ficar ressentido porque a razão principal de sua vida era a dedicação a Jesus (2 Coríntios 12.15)."Allen Yuan é um sábio pastor da China que passou mais de 21 anos na prisão em razão da sua fé. Agora ele está com quase 90 anos e trabalha para o Senhor tanto quando trabalhava quando era jovem. Quando indagado se vai se aposentar algum dia, ele fica contrariado: "Aposentar! Onde foi que você viu isso na Bíblia?" Para Allen, a vida é dada por Deus para que sirvamos outras pessoas e coloquemos nossos próprios interesses e desejos no incinerador. Ele rebate: "Jesus disse: "Trabalhai enquanto é dia, porque vem a noite quando ninguém pode trabalhar!"Quando discute suas próprias experiências e a falta de autonegação em grande parte do mundo ocidental, Allen conclui: " Você deve abrir mão agora para que, quando for perseguido e obrigado a abrir mão, você esteja pronto a fazê-lo vitoriosamente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário